21 de janeiro de 2020

Sorriso Metálico – Corpo e Saúde


Móvel ou fixo, o aparelho de dentes conserta defeitos a partir dos 5 anos de idade e ajuda crianças e adolescentes a exibir aquele sorriso de comercial de TV. 

Sorriso Metálico – de tudo para colocar os dentes no lugar. Com o avanço da ortodontia, especialidade que trata de deformações na arcada dentária, há uma técnica salvadora para quase todos os problemas – dentes para a frente, para trás, abertos, encavalados, espremidos em maxilares pequenos. O resultado é uma dentadura alinhadinha, um belo sorriso de propaganda de creme dental. 
A função desses equipamentos – que hoje podem ser coloridos e decorados – não é só estética. A mordida incorreta prejudica a respiração, a fala e a digestão, porque afeta a mastigação, a saúde da gengiva e a dos próprios dentes. 

Aparelho fixo
– É bem mais completo que o aparelho móvel. Feito de peças metálicas ou de cristal transparente, seguro por um fio metálico central e auxiliado por um elástico, direciona o movimento dos dentes em todos os sentidos, de acordo com a necessidade. Com ele, é possível levantar um dente, puxar outro para a direita ou para a esquerda e ainda ajustar um encavalado, tudo ao mesmo tempo. Mas a grande vantagem do aparelho fixo é que ninguém precisa controlar seu uso pela criança. Ela não consegue tirá-lo sem o auxílio de um dentista. 

Aparelho móvel
– Indicado para resolver os problemas mais simples, esse tipo de aparelho é bastante prático. A limpeza não é tão complicada quanto a do fixo: basta retirá-lo e escová-lo em água corrente após as refeições. Mas só funciona se a criança for disciplinada. Três tipos são mais comuns: de metal, usado apenas para deslocar os dentes; de metal com placa de acrílico, para aumentar a área da mandíbula; e extrabucal (também chamado de “freio”), que movimenta a mandíbula e recoloca os dentes em seu lugar. 

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas