17 de fevereiro de 2020

Segurança no trânsito – Dicas Diversas

SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Motoristas e pedestres travam verdadeiras batalhas nas ruas e estradas. O resultado é um saldo elevado de
atropelamentos por ano, com muitas vítimas fatais. De quem é a culpa? Dos motoristas? Em parte sim, porque muitos não obedecem às leis de trânsito. Mas os pedestres também são culpados. Eles também não obedecem às leis de trânsito.
A segurança do pedestre depende de sua própria disciplina:
– Atravesse as ruas com atenção. Antes de deixar a calçada, observe de onde vêm os carros e se há semáforo.
– Atravesse sempre na faixa de pedestres, quando houver.
– Não fique no meio-fio esperando o sinal fechar para os carros. Isso atrapalha os motoristas e pode causar acidentes.
– Respeite a vez do motorista.
– Nunca tente atravessar se o sinal estiver aberto para os carros. Se ocorrer um acidentes a culpa será sua.
– Utilize as passarelas para pedestres nas grandes avenidas ou rodovias. Não tenha preguiça nem queira encurtar o caminho. Você pode estar encurtando a sua vida.
– Ande sempre pela calçada. Quando não existir calçada, caminhe no sentido contrário ao do tráfego para ter melhor visão dos veículos.
– Nunca desça de um ônibus fora do ponto. Se não for possível evitar, antes de descer olhe bem se nenhum carro ou moto está vindo em sua direção.
– Nunca abra a porta ou desça de um carro estacionado sem primeiro olhar se estão passando pedestres ou veículos.
– Use roupas claras (ou um sinal luminoso) para andar à noite. Isso permite que os motoristas vejam você.
– Nunca passe correndo na frente de uma garagem. Pare e olhe se não está saindo nenhum carro.
– Não deixe crianças brincando na rua sozinhas. Elas se distraem facilmente e não percebem o perigo.

CINTO DE SEGURANÇA:

Em caso de colisão, o cinto de segurança aumenta em 50% a proteção dos passageiros.
Ele não é opcional. Faz parte das condições de segurança do carro, assim como os freios. Você andaria num carro
que estivesse sem freios?
Se o carro estiver a 20km por hora e colidir, a sua cabeça será projetada a cerca de 20km por hora contra o pára-brisa. É o suficiente para provocar a perfuração do globo ocular. Portanto, o uso do cinto de segurança é necessário mesmo em baixa velocidade.
Imagine, agora, o que pode acontecer estando o veículo a 50, 80 ou 100km por hora!

CUIDADOS ESPECIAIS:

– Crianças devem viajar sempre no banco traseiro. As pequenas devem ser transportadas em cadeirinhas
apropriadas. A partir dos sete anos, as crianças podem usar cinto de segurança do banco traseiro.
– Gestantes devem usar o cinto, atado de maneira segura e confortável; nem apertado nem frouxo demais.
– Qualquer passageiro que viaje no banco traseiro deve obrigatoriamente usar o cinto. Caso contrário, se houver
colisão, ele será jogado sobre os passageiros da frente, agravando o acidente.
– A folga entre cinto e o corpo deve ser no máximo de 5cm (ou o equivalente ao seu punho).
– Nunca passe o cinto por debaixo do braço.
– Pela lei, em caso de acidente, você é responsável pelas pessoas que transporta em seu carro. Use o cinto e exija
que todos no seu carro também o façam.
Respeite as leis de trânsito. Ensine seus filhos a respeitá-las.

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas