7 de abril de 2020

    Praia para Mergulho em Guarapari – ES

    Ilha da Raposa
    Espécies encontradas: corais e várias espécies de peixes.
    Operadora: Atlantes
    Observações: Para chegar até o ponto de mergulho, é necessário atravessar a nado um pequeno canal a partir da Praia do Morro ou da Praia da Cerca, e para mergulhar com cilindros é aconselhável utilizar o apoio de uma embarcação. Durante o mergulho pode-se observar restos do Naufrágio do vapor Bepo, a 8 metros de profundidade.

    Ilha Escalvada
    Profundidade
    : 8 a 24 metros/Visibilidade: 5 a 25 metros
    Espécies encontradas: Estrelas-do-mar, corais, esponjas, frades, parus, trombetas, lagostas, polvos, donzelas e moréias.
    Melhor época: Dezembro a abril.
    Distância da costa: 6 milhas
    Operadoras: AcquaSub em Vitória, Águaviva em Vila Velha e Atlantes em Guarapari.
    Observações: Ideal para a prática de drift dive (mergulho de correnteza) e para o mergulho noturno. A ilha possui um farol de sinalização para os navegantes, que passou por uma modernização, e os antigos cilindros de aço que armazenavam o gás, que foram jogados ao mar, tornaram-se um ponto curioso de observação para os mergulhadores.

    Ilhas Rasas
    Profundidade:9 a 22 metros/Visibilidade:6 a 25 metros
    Espécies encontradas: polvos, lagostas, moréias, frades, parus, trombetas, corais diversos, crustáceos, gorgônias, esponjas, arraias e anêmonas
    Melhor época:dezembro a abril.
    Distância da costa: 7 milhas
    Operadoras: AcquaSub em Vitória, Águaviva em Vila Velha e Atlantes em Guarapari.
    Observações: Ideal para prática de drift dive (mergulho de correnteza). Durante o mergulho pode-se encontrar destroços de algumas embarcações e restos de artilharia, pois a ilha foi alvo de treinamento da Marinha do Brasil. As “Baleias Jubarte” já foram vistas no local, durante o seu período anual de migração para o Arquipélago de Abrolhos.

    Naufrágio Bellucia
    Profundidade:18 a 27 metros/Visibilidade:15 a 25 metros
    Espécies encontradas: sargos-de-beiço, coaras, badejos, garoupas, baiacus, chicharros, lagostas e polvos.
    Melhor época:dezembro a abril.
    Distância da costa: 7 milhas
    Histórico: Embarcação a vapor, de nacionalidade inglesa, com carregamento que era em sua maior parte de café, naufragou em 15/02/1903 ao colidir com uma baixa, quando em viagem de Santos para New Orleans.
    Situação atual da embarcação: encontra-se partido ao meio, estando proa e popa separados por uma distância de aproximadamente 100 metros, sendo praticamente impossível o reconhecimento completo do naufrágio em um único mergulho. A parte do navio onde situava-se a sala de máquinas encontra-se apoiada em areia, onde observa-se uma grande quantidade de ferros. Seguindo-se em direção a popa, observa-se, caído a bombordo, um dos mastros. A seção final do navio encontra-se bem mais inteira, observando-se, no final da embarcação, uma grande hélice e o leme parcialmente enterrados, mas ainda em seu local de origem.
    Operadoras: AcquaSub em Vitória, Águaviva em Vila Velha e Atlantes em Guarapari.
    Observações: Ao programar o mergulho é bom que se verifique a maré, pois as correntes são freqüentes no local. O mergulho é indicado a mergulhadores com curso avançado PADI.

    Naufrágio Faria Lemos
    Profundidade: 7 a 12 metros / Visibilidade: 5 a 15 metros.
    Melhor época: Dezembro a fevereiro.
    Histórico: Navio cargueiro inglês com carregamento de barris de azeite e óleo. Não existem informações precisas sobre as circunstâncias do naufrágio, mas especula-se que a embarcação naufragou após colisão contra um conjunto de recifes próximo das Três Pedras, localizado em frente à Praia de Guaibura em Nova Guarapari.
    Situação atual da embarcação: Conserva ainda estruturas que podem ser reconhecidas durante o mergulho, como o cabeço de amarração e um grande motor, a tubulação de vapor, duas caldeiras principais e a caldeira auxiliar. Grande quantidade de barris de azeite ainda permanece no local, assim como porcelanas, talheres, garrafas, peças de bronze e outros utensílios da embarcação.
    Operadora: Atlantes
    Observações: Bom para mergulhadores inexperientes experimentarem o mergulho em naufrágio.

    Três Ilhas
    Profundidade: 4 a 14 metros/Visibilidade: Até 25 metros
    Espécies encontradas: Linguados, cações, tartarugas, arraias, peixes de aquário, frades, parus, polvos e moréias.
    Melhor época: Dezembro a abril.
    Distância da costa: 1,5 milhas
    Operadoras: AcquaSub em Vitória, Águaviva em Vila Velha e Atlantes em Guarapari.
    Observações: Ideal para apnéia, batismo, snorkeling e mergulho noturno. O arquipélago das Três Ilhas é Área de Proteção Ambiental, possuindo uma densa vegetação, fonte de água doce e piscinas naturais.

    Victory 8-B
    Histórico: Embarcação de bandeira grega, com 89m de comprimento, 13m de altura e quase 4 mil toneladas, o Victory 8B foi apreendido em 1997 pela Companhia Vale do Rio Doce a pedido do Banco Central da Grécia. Abandonada por sua tripulação depois da apreensão, a embarcação ficou ancorada na entrada do Porto de Vitória com os barris de óleo a bordo, trazendo riscos de um acidente ecológico no local. Diante dos riscos apresentados, a SEAMA-ES, incluiu o Victory 8B no Projeto Recifes Artificiais Marinhos do Espírito Santo (RAM-ES), planejando sua reciclagem, limpeza, preparação e afundamento. Em 2002, a Fundação Cleanup Day, através de contrato com o governo, encarrega-se de dar seqüência ao Projeto, e em 03/07/2003 a embarcação foi finalmente afundada entre as Ilhas Rasas e Escalvada, em Guarapari.
    Observações: Liberado apenas para mergulho contemplativo ou recreativo. Ainda não existe portaria específica que proíba atividades no local, mas existe legislação que proíbe o mergulho com alguns equipamentos.
    Operadoras: Acqua Sub / Atlantes.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas