2 de abril de 2020

    Por que a Nitroglicerina explode ao ser agitada? – Curiosidades e Informações


    Por que a nitroglicerina explode ao ser agitada?

    Por que a Nitroglicerina explode ao ser agitada? Para uma reação química ocorrer, é necessária uma quantidade mínima de energia, conhecida por energia de ativação. A nitroglicerina, uma substância líquida, incolor e oleosa, é altamente instável, pois necessita de uma baixa energia de ativação para se decompor; isto provavelmente deve-se ao fato de os grupos nitrogenados estarem próximos uns dos outros no pequeno esqueleto de três carbonos que compõe a molécula de nitroglicerina [CH2(NO3)CH(NO3)CH2NO3].
    Uma simples agitação ou fricção pode então introduzir energia suficiente para provocar a explosão. Além disso, muita energia é liberada nessa explosão justamente porque na molécula de nitroglicerina alguns átomos estão unidos por ligações químicas fracas, enquanto nas moléculas de alguns produtos da decomposição, como a água, existem ligações químicas fortes.
    Essa energia liberada alimenta ainda mais a reação. O fato de que quatro moléculas de nitroglicerina produzem 35 moléculas de gases, aliado à grande velocidade com que a reação ocorre, faz esse substância ser um explosivo tão potente. Por exemplo, 900 gramas de nitroglicerina geram 800 litros de gases quentes instantaneamente.
    Muitas pessoas morreram tentando dominar a nitroglicerina. O primeiro cientista a conseguir controlar o uso dessa substância instável, pela sua dispersão em um certo tipo de argila, foi o sueco Alfred Nobel (1833 – 1896), em 1864. Três anos mais tarde, ele patenteou a invenção com o nome de dinamite.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas