10 de abril de 2020

    Litoral do Rio Grande de Sul

    Litoral do Rio Grande de Sul Acompanhada pela Serra Geral, o Litoral Norte do Rio Grande do Sul começa nas dunas de Mostardas, Tavares e São José do Norte, com a Lagoa do Peixe, e chega aos limites de Santa Catarina. Entre poucos quilômetros de distância, o visitante encontra rios, praias de água doce, mar aberto, lagoas e serra. Um complexo com rara beleza no mundo.

    Todas as lagoas do Litoral Norte vivem cercadas de lendas. As maiores, como a Lagoa dos Barros, a dos Quadros e a Itapeva, são palcos de muitos esportes náuticos. As reservas de Mata Atlântica podem ser vistas na paisagem recortada pelos morros, muitos deles percorridos pelos praticantes de trekking. Com uma excelente infra-estrutura, aeroporto e praias de padrão internacional como Torres e Atlântida, o Litoral Norte se agita no verão. As festas contam com shows e espetáculos musicais, na alta temporada, e congadas, rodeios e ternos de reis durante o ano todo. Em Torres, destacam-se três grandes rochedos à beira-mar. A Torre da Guarita, a Torre do Meio, as furnas e o Morro do Farol, de onde se tem a melhor visão das praias, da cidade e do mar.

    ZONA DO LITORAL NORTE

    Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Capivara do Sul, Caraá, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Imbé,Mampituba, Maquiné, Morrinhos do Sul, Mostardas, Osório, Palmares do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Xangri-lá.

    No Sul do Estado as cidades cresceram junto ao mar e às grandes lagoas de águas mansas. Nelas ainda se preserva muito de seu passado em belos casarões e pequenos prédios coloniais. A origem portuguesa de a Pelotas a tradição doceira e deixou suas marcas na pesqueira e portuária Rio Grande, a cidade mais antiga do Rio Grande, na histórica Piratini e em Jaguarão. Balneários sossegados se colocam às margens da Lagoa dos Patos, a maior lagoa de água doce do mundo, conhecida como Mar de Dentro e ponto de encontro de velejadores e iatistas. Entre as Lagoas Mirim e Mangueira, a Reserva Ecológica do Taim proporciona um belíssimo cenário para quem cruza a BR 471, com banhados, treços de mata, dunas e praias.

    ZONA SUL

    Centro Sul: Arambaré, Arroio dos ratos, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Butiá, Camaquã, Cerro Grande do Sul, Charqueadas, Chuvisca, Dom Feliciano, Mariana Pimentel, Minas do Leão, Sâo Jerônimo, Sentinela do Sul, Sertão Santana, e Tapes.

    Sul: Amaral Ferrador, Arroio Grande, Canguçú, Capão do Leão, Cerrito, Chuí, Cristal, Herval, Jaguarão, Morro Redondo, Pedro Osório, Pedras Altas, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Rio Grande, Santana da Boa Vista, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte, São Lourenço do Sul Tavares e Turuçu.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas