18 de janeiro de 2020

Lago da Piranha

Lago da Piranha, rota de aves migratórias

Está localizado no município de Manacapuru. Faz parte do Corredor da Amazônia Central. A RDS do Lago da Piranha caracteriza-se como área prioritária para a conservação do Projeto Nacional de Corredores Ecológicos, criada com o objetivo de proteger o rico e delicado ecossistema da várzea, promover o desenvolvimento sustentável e melhorar a qualidade de vida das comunidades locais, propiciando também, um grande potencial para pesquisa ecoturismo e educação ambiental. A RDS do Piranha possui 103.000 ha que representam 14% do território do município de Manacapuru e está situada à margem esquerda do Rio Solimões, próximo à foz do Rio Manacapuru. Possui um hotel flutuante que, além de utilizar a mão-de-obra local, é o primeiro da região a com tratamento de água e esgoto. A Reserva é rota migratória e de reprodução de aves como: a garça branca, o jaburu, o jaçanã e o pato do mato. Possui também grande variedade de peixes, destacando-se o exótico acari-bodó (Loricaria duodecimalis). A vegetação da região é tipicamente de várzea, que se forma numa planície inundada sujeita a cheias sazonais. As espécies vegetais mais frequentes são: samaúma, assacu, axixá, gramíneas e agrupamentos de palmeiras. Distante cerca de 110 Km de Manaus (aproximadamente 01 hora de barco ou 15 minutos de hidroavião) e 25 Km de Manacapuru, a Reserva oferece os seguintes atrativos: observação de pássaros, observação da flora, caminhadas em trilhas interpretativas, pesca esportiva, safári fotográfico, observação de fauna.
Fone: (92) 361-1386.

* Acervo Manaustur – Fundação Municipal de Turismo

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas