24 de fevereiro de 2020

    Dicas de Turismo para o Brasil – Olinda – Nordeste

    Olinda

    Olinda ganhou esse nome, segundo se conta, quandoem 1535, o fidalgo português Duarte Coelho,mandatário da Capitania de Pernambuco, buscavaum lugar para fundar uma povoação.Ao encontrar uma colina com vista magníficado mar e um porto natural protegido por recifes,teria dito: “Ó linda situaçãopara se construir uma vila”. Verdade ou lenda,não importa. A cidade é muito bonita.

    A vila prosperou comercialmente e enriqueceu.No entanto, em 1630, foi invadida pelos holandeses.Depois de incendiarem Olinda, a abandonaram, mudando-separa Recife, na época apenas um porto. Somentecom a expulsão dos invasores, em 1654, avila começou a ser reconstruída. Daqueletempo muito se preservou – parte do traçadourbano original da vila e antigas igrejas barrocase o casario, que constituem um importante conjuntoarquitetônico. Por isso, foi declarada PatrimônioCultural da Humanidade pela UNESCO.

    Olinda é um lugar para se passear a pépelas ruas, conhecendo suas igrejas e museus e admirandocenários que mesclam mar azul, o verde davegetação e construçõeshistóricas. É também uma cidadeque oferece bons restaurantes, artesanato autênticoe ateliês de arte. A hospedagem é feitaem pequenas pousadas inseridas no centro histórico.

    Durante o Carnaval, lá acontece uma dasfestas mais animadas do país. Olindensese turistas percorrem as estreitas ladeiras dançandoao som de bandas de frevo e maracatu. Os tradicionaisblocos de troça e os famosos bonecos gigantesparticipam o tempo todo da diversão. Nessedias, Olinda se transforma em um grande palco paraa manifestação da cultura popular.

    NÃO PERCA

    Igrejas

    Olindaabriga igrejas ricas em ornamentos e talhas e tambémsingelas capelas. A maioria foi construídanos séculos XVI e XVII e exibe arquiteturae imagens barrocas. Algumas merecem destaque, comoo Mosteiro de São Bento com altar folheadoa ouro e o Convento de São Francisco, queintegra um conjunto de templos. A Sé, emlocal com vista privilegiada, é a mais antigada cidade e uma das primeiras a serem construídasno Brasil.

    Mercado da Ribeira

    Em um prédio do final do séculoXVII, abriga lojas de artesanato local, como astípicas máscaras de papel machê.Há também oficinas de entalhadores,gravuras e pinturas.

    Ateliês

    Artistas plásticos instalaram seus ateliêspor todos os cantos da cidade. Os visitantes sãobem-vindos. Podem entrar e apreciar as obras depintura, escultura e cerâmica.

    Comida típica

    Uma especialidade de alguns restaurantes de Olindaé servir pratos elaborados com pescados daregião, acompanhados de produtos típicoscomo mandioca, jerimum (abóbora), coco, mangae pitanga. Mas há também bons locaisonde se pode apreciar um simples peixe frito e umaautêntica cachaça pernambucana.

    INFRA-ESTRUTURA

    As pousadas de Olinda são simples e integradasao ambiente histórico da cidade. Háopções de vários níveisde preço. Agências dos principais bancos.A Prefeitura dispõe de serviço gratuitode guias turísticos.

    COMO CHEGAR

    Fica a apenas 7 km do centro de Recife. O acessoé feito por largas avenidas que unem as duascidades. Há ônibus urbanos que fazemo trajeto durante todo o dia.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas