23 de janeiro de 2020

Cólicas nos Recém-Nascidos – Crianças

Cólicas nos Recém-Nascidos – Como acabar com os choros intermináveis dos recém-nascidos, causados por esse problema de origem, todavia, incerta, chamado cólicas? Não existem remédios mágicos, mas sim conselhos úteis e recomendar normas preventivas.

I. Sintomas e Causas: Entre as duas semanas e os quatro meses de idade, em alguns casos, desde o primeiro dia de vida, cerca de 15% dos bebês, sem apresentar nenhuma outra enfermidade, apresentam ocorrências de choros repentinos, que podem durar poucos minutos ou até meia hora. Estes choros, de predominância vespertina, são causados pelas conhecidas cólicas dos lactantes. Os pais não sabem o que fazer, porque não vêem uma causa aparente para a irritabilidade da criança, e se angustiam quando observam, ainda, que tanto choro não advém da fome ou de sentirem-se solitários. Isso se repete diariamente, o bebê mostra-se muito inquieto, seu rostinho fica vermelho e ele flexiona as perninhas sobre o abdome.
É preciso que os pais se conscientizem que trata-se de um processo normal, ainda que não necessariamente ocorra com todos os bebês.
As autoridades médicas nunca chegaram a um acordo quanto a essa doença, mas alguns fatores podem ser reconhecidos como desencadeadores generalizados de tal moléstia.
¤ Ingestão excessiva de ar ao mamar; 
¤ Aumento de atividades que impliquem em tensão no ambiente familiar (as cólicas dos lactentes se apresentam com mais freqüência à tarde); 
¤ Reação a alguns componentes da alimentação; 
¤ Fatores psicológicos (tensão familiar intensa, problemas de ansiedade da pessoa que toma conta da criança, etc.)

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas