27 de fevereiro de 2020

    Cientistas dizem ter achado hominídeo mais antigo – Descobertas

    Cientistas dizem ter achado hominídeo mais antigo

    Cientistas americanos e etíopes anunciaram a descoberta do que acreditam ser o mais antigo esqueleto de um ancestral do homem.

    Segundo eles, os restos do hominídeo datam de 4 milhões de anos atrás e representariam também a mais antiga espécime bípede do mundo.

    A ossada foi encontrada a apenas 60 quilômetros do local onde, em 1974, foram descobertos os restos de Lucy, um dos primeiros hominídeos do mundo.

    Lucy viveu há 3,2 milhões de anos e, acredita-se, deu origem ao gênero Homo, que resultou nos seres humanos de hoje.

    Pistas valiosas

    Mas o esqueleto recém-descoberto, e que ainda não foi batizado, pode ser um “parente” afastado.

    Os pesquisadores acreditam que a ossada pode oferecer pistas valiosas sobre as fases da evolução humana antes de Lucy.

    “Este é o mais antigo bípede do mundo”, declarou Bruce Latimer, no Museu de História Natural de Cleveland, que realizou a descoberta com o cientista etíope Yohannes Haile-Selassie.

    “Isso vai revolucionar a maneira como compreendemos a evolução humana”, disse Latimer.

    Os cientistas afirmam ter encontrado uma tíbia e uma omoplata completas, além de partes de um fêmur, costelas, vértebras, da clavícula, da pélvis e dos pés

    Segundo eles, a descoberta é importante porque, devido à estrutura dos ossos do tornozelo, o indivíduo certamente andou ereto, como fazemos hoje.

    “O esqueleto vai nos ajudar a entender o que aconteceu nas articulações, como ocorreu o movimento para se caminhar ereto – informações que nunca tivemos”, disse Latimer.

    Mistérios

    Mas o cientista diz que a descoberta ainda esconde muitos mistérios.

    “Já está claro que era um indivíduo maior do que Lucy, com pernas mais longas que as dela. Mas é mais velho, o que é estranho”, afirmou.

    Em janeiro, foi anunciada a descoberta dos restos mortais de pelo menos nove hominídeos primitivos, de idades semelhantes.

    Esses fósseis, encontrados no norte da Etiópia, eram principalmente dentes e fragmentos de mandíbula, mas também incluíam partes das mãos e dos pés.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas