26 de janeiro de 2020

Cidade de Teresina – Piauí

RIO PARNAÍBA:
Na margem direita deste grande rio, o segundo maior do nordeste, chamado pelo poeta Da Costa e Silva de Velho Monge. A cidade teve um alvorecer traçado pela navegação dos vapores e das Balsas de buriti e pelas lendas ribeirinhas que continuam encantando seus habitantes.

RIO POTI:
Corre sinuoso pela cidade. Suas margens são ocupadas pelos extensos parques e amplas avenidas…

Parques Ambientais situados a margem do Rio Poti, na zona urbana, são encontrados parques ambientais de grande beleza natural, que formam extensos cinturões verdes.. Dispõe de equipamentos para pratica de esportes, áreas de lazer, calçadão para caminhada, barzinhos e quiosques. Nos fins de tarde, estas áreas ganham um colorido especial com o vai- e-vem do teresinense em busca de qualidade de vida.

PARQUE FLORESTA FÓSSIL:

Na margem direita do Rio Poti, localizado em área urbana de grande beleza, concentram-se mais de 60 trncos de arvores ( vegetais do gênero Psaronius ), que se que se transformaram em pedras com idade aproximada de 250 milhões de anos. Uma floresta pré Histórica descoberta em 1934, encanta pesquisadores e visitantes pela raridade de possuir alguns troncos ainda em posição de vida

PARQUE DA CIDADE PREFEITO JOÃO M. OLÍMPIO DE MELO:

Numa extensa área,17ha, mais de 120 especies vegetais, entre arvores, arbustos e ervas, são encontradas neste parque. Os passeios por todo a extensão do Parque podem ser realizadas através de trilhas. Merecem destaque : o ambiente aquático, o tanque de compostagem, a trilha do Poti e do Pomar, entre outros.

PARQUE ZOOBOTÂNICO:

Nas imediações da cidade, uma área de 137ha. Com impressionante vegetação, variada, fauna nativa e exótica, dispõe de espaços recreativos e culturais de grande atração. Nesta área se encontra paisagem de rara beleza formada pela lagoa dos Morros e pelo rio Poti.(PI-112 Teresina/ União)

PARQUE AMBIENTAL ENCONTRO DOS RIOS:

O Parque abriga uma curiosa escultura inspirada na lenda ribeirinha o Cabeça de Cuia, uma galeria para exposição de artes, mirante restaurante flutuante e uma central de atendimento ao visitante.

Uma das suas maiores atrações é o encontro das águas escuras e viscosas do Rio Poti desembocando nas águas claras e ligeiras do rio Parnaíba. Deste local, contempla-se um belíssimo por –do- sol sobre as águas.

Avista-se também a movimentação do s pescadores remando suas canoas e lançando suas tarrafas a procura dos peixes.

PARQUE AMBIENTAL DE TERESINA:

Conhecido como antigo Horto Florestal, esta instalado numa área de 38ha. No bairro do mocambinho, zona norte da cidade.Dispõe de herbário, de laboratório de centro de produção de mudas, de trilhas educativas para visitantes e de auditório.

Atrações Culturais

Praça Marechal Deodoro da Fonseca:
Antiga Praça do Palácio. Em seu entorno a cidade foi sendo construída.Popularmente conhecida como Praça da Bandeira. Com frente a praça a igreja Nossa Senhora do Amparo primeira igreja da cidade, inaugurada com a missa de natal de 1852.

Palácio da Justiça Federal e Palácio da Cidade:
Foram construído na segunda metade só século XIX em torno da praça principal. Possuem imponentes fachadas em estilo neoclássico (Praça Marechal Deodoro).

Mercado Central ou Mercado Velho:
Construído na metade do século XIX, é o mais antigo centro de comercialização da cidade.

Teatro de Arena:
Palco de festivais e shows musicais onde se realiza i mais importante encontro de violeiros e poetas populares do Nordeste (Praça Marechal Deodoro/Centro).

Palácio de Karnak:
Seu nome evoca as ruínas do Templo de Karnak no antigo Egito. Foi construído como chácara , por volta de 1890, com linhas arquitetônicas neoclássicas. Sede do governo estadual desde 1926. Posteriormente, na década de 1970, os jardins do palácio foram projetados pelo paisagista Burle Max. Na decoração do palácio se encontram valiosos objetos de arte. (Av. Antonino Freire/Centro)

Casa da Cultura Barão de Gurguéia:
Construída em 1870, para a residência do Barão. Recentemente foi restaurada e responde às exigências culturais da modernidade, dispondo de bibliotecas, sala de fotografia, espaço para exposição, cursos de artes plásticas, fotografia e dança (Praça Saraiva/Centro).

Clube dos Diários:
Construído em 1927. Importante espaço Cultural,integrado ao Teatro 4 de Setembro e à Praça Pedro II, onde se realizam exposições de artes, shows musicais e projeção de filmes. Durante muitos anos foi o clube social que promovia as elegantes festas de época (Rua Álvaro Mendes/Centro).

Teatro 4 de Setembro:
Foi projetado pelo engenheiro alemão Alfredo Modrak e inaugurado em 1894. Ainda conserva sua fachada original, com portas e janelas em ogivas. Dispõe de modernas instalações e acomodações para 600 pessoas (Praça Pedro II /Centro)

Central de Artesanato Mestre Desinho:
Espaço para shows, exposições e comercialização do artesanato piauiense. O local homenageia o artista Mestre Desinho, renomado escultor que transformava a madeira em peças sacras de rara beleza. Com sua arte divulgou a cultura piauiense, admirada em vários países. Em Teresina, a igreja de N. Senhora de Lourdes (igreja da Vermelha), a maior da cidade, está amplamente decorada com belíssimas peças do Mestre (Praça Pedro II/Centro).

Ponte Metálica João Luís Ferreira:
Ponte rodoferroviária construída em 1939, sob a coordenação do engenheiro alemão Germano Frank. Sobre o rio Parnaíba,a majestosa ponte metálica se estende por quase 300 m, simbolizando a antiga amizade entre o Piauí e o Maranhão. Do alto da Ponte observa – se o vai-vem das pequenas lanchas que navegam entre Teresina e Timon.

Estação Ferroviária:
Construída em 1926, na época de expansão do sistema ferroviário no Nordeste. Hoje funciona como estação para trem urbano. É uma das referências históricas da cidade, conservando suas linhas arquitetônicas originais. (Av. Miguel Rosa/Centro)

Catedral de N. Senhora das Dores:
Segunda Igreja construída na capital em 1865. A construção da capela mor, vista pelo exterior, possui curioso formato que lembra a proa de uma embarcação. (Praça Saraiva/Centro).

Igreja São Benedito:
Construída em 1882 pelo missionário italiano Frei Serafim de Catânia. Possui arquitetura em estilo toscano, com fachada em 03 partes e um nicho com a imagem de São Benedito. Suas monumentais portas são tombadas são tombadas pelo patrimônio histórico nacional. Encontra –se sobre uma esplanada de onde se descortina amplo panorama (Av. Frei Serafim/Centro)

Igreja São José Operário:
A fé e devoção a Nossa Senhora do Perpetuo Socorro são reafirmadas todas às terças –feiras, com as novenas que se repetem no transcorrer do dia. Alguns fiéis percorrem a igreja ajoelhados, em sinal de agradecimento (Praça São José)

Praça da Costa e Silva:
Situada nas proximidades do rio Parnaíba. Moderna praça com jardins projetados pelo paisagista Burle Marx. Possui frondosa arborização,fontes jorrantes e um monumento contendo placas com versos do poeta Da Costa e Silva.

Praça João Luís Ferreira:
É um oásis bem no centro da cidade, com frondosa arborização convidativa a uma pausa da agitação urbana.

Praça Landrí Sales:
É também conhecida como a praça do Liceu, pois encontra-se em frente ao colégio Estadual Zacarias de Góis – Liceu piauiense – o mais antigo centro de ensino secundário
Da cidade.
Ainda conserva o coreto e as escadarias originais..

Praça Saraiva:
Segunda praça construída na cidade. Possui exuberantes árvores seculares, inclusive alguns como o grande Tamboril, são protegidas pelo patrimônio público. Encontra-se ali, o monumento Coluna do Saraiva,de 1859, uma homenagem ao fundador da cidade.

Mirante do Monte Castelo:
Construção moderna e bonita,proporciona ao visitante uma visão panorâmica de Teresina. Com 17 metros de altura, dividido em 05 plataformas, localiza-se num dos pontos mais altos da cidade.

Rua Climatizada:
Trata-se de um moderno projeto experimental para amenizar a alta temperatura no centro da cidade. Local bastante popular, onde o clima ameno é convidativo ao descanso depois das compras (Rua Eliseu Martins).

Teresina Shopping e Riverside Walk Shopping:
Situam-se em áreas privilegiadas da cidade. Espaços de lazer, de negócios, de saúde e de cultura, foram eleitos como principais pontos de encontro do teresinense de todas as idades (Bairro dos Noivos).

Grande Park Potycabana:
Parque temático localizado à margem direita do rio poti, com piscinas e amplos jardins. Dispõe de espaço adequado para grandes eventos.

Feira do Troca- Troca:
Realiza-se diariamente, junto ao cais do rio Parnaíba. É uma das referencias históricas da cultura popular piauiense, resistente e criativa. O espaço desperta o interesse dos que querem trocar, vender ou comprar mercadorias, principalmente usadas, atendendo a demanda popular. A simpatia e o bom papo são pontos fortes na realização dos negócios (Av. Maranhão/Centro).

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas