24 de janeiro de 2020

Canal da Astronomia do Portal TopGyn – Cometa Halley

1043.jpg (16767 bytes)

O mais famoso de todos os cometas periódicos. Viaja numa órbita elíptica alongada à volta do Sol, regressando à vizinhança da Terra no sistema solar interior em cada 76 anos. Registos históricos mostram que o Cometa Halley é observado à mais de 2 200 anos.

1042.jpg (57500 bytes)

Edmond Halley (1656 – 1742), em honra a que o cometa é chamado, não foi o seu descobridor mas a primeira pessoa a relacionar o cometa que viu em 1682 e outros registos de cometas separados por intervalos de 76 anos. Ele calculou as órbitas de alguns cometas, usando a nova teoria da gravitação de Isaac Newton. Notando na similaridade entre as órbitas dos cometas vistos em 1501, 1607 e 1682, previu  o seu regresso em 1758-9, que foi devidamente observado depois da sua morte.

0433.jpg (14140 bytes)

A órbita do Cometa Halley tem uma distância ao periélio de 0.59 UA, entre as órbitas de Mercúrio e Vénus. Na sua maior distância, passa a órbita de Neptuno. A órbita está inclinada no plano do sistema solar cerca de 162º e o cometa viaja na sua órbita na direcção oposta ao movimento dos planetas.

Halley1.jpg (120458 bytes)O regresso em 1986 não foi muito favorável para observação da Terra mas alguns países lançaram sondas espaciais para investigar o cometa, com um sucesso considerável. A maior aproximação foi da sonda europeia Giotto, que passou a 605 km do núcleo a 14 de Março de 1986. As sondas soviéticas Vega 1 e Vega 2 estudaram o núcleo entre distâncias de 8 890 e 8 030 km a 6 e 9 de Março de 1986, e as informações que recolheram foram usadas para as últimas correcções no caminho da Giotto. Duas pequenas sondas japonesas foram também lançadas.

Os resultados demonstraram a existência de um núcleo sólido, provavelmente feito de gelo e pó. Tem uma forma alongada irregular, como uma batata, medido 16 x 8 km. É também escuro, reflectindo apenas 4% da luz solar incidente. O núcleo roda lentamente – um vez em cada 7.1 dias, com uma precessão de 3.7 dias. No lado virado para o Sol, as temperaturas chegam aos 350 K, o suficiente para derreter gelo, e para deixar escapar jactos de material.

Duas chuvas de meteoros, as Eta Aquarídeas e as Orionídeas, estão associadas ao Cometa Halley.

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas