29 de janeiro de 2020

As belezas arquitetônicas do Acre

As belezas arquitetônicas do Acre

Anfiteatro Garibaldi Brasil

Arquitetura moderna, integrante do conjunto arquitetônico do Campus da Universidade Federal do Acre (UFAC).

São 1000 m2 de área coberta. O teatro é equipado com ar condicionado central , mesa completa de som e iluminação, auditório com capacidade para 300 lugares.Foi inaugurado em 28 de setembro de 1988, em homenagem ao advogado, jornalista, pintor, escultor, escritor, chargista e poeta Garibaldi Carneiro Brasil, personalidade lendária da cultura acreana.

Localização: Campus Universitário da Universidade Federal do Acre.
Acesso: Estrada Dias Martins (BR-364), a 05 km do centro de Rio Branco.

Biblioteca Pública

O Centro Cultural de Rio Branco possui um rico acervo de bibliográfico sobre a História do Acre, do Brasil, entre outros.

Localização: Av. Getúlio Vargas, 232 – Centro, em frente a Praça Rodrigues Alves (Plácido de Castro)

Cacimbão da Capoeira

Fundado em 1927 para abastecer água às famílias da localidade,
Localização: Rua Manoel Cezário, s/n.º no Bairro Capoeira.

Casa do Seringueiro

Pertence à Fundação Cultural do Acre e possui um acervo com fotos, quadros, maquete dos seringueiros, réplica de um defumador de látex e da casa do seringueiro, além de quadros que retratam Chico Mendes.

Localização: Av. Brasil, 216 – Centro

Cine Teatro Recreio

Sua arquitetura, em madeira de lei e alvenaria retrata o período áureo da borracha, quando abrigou importantes apresentações artísticas e culturais.
Desde sua reforma e re-inauguração em 1987, é palco de espetáculos teatrais, cinematográficos, exposições e atos culturais em geral.

Localização: Rua Senador Eduardo Assmar, s/n.º – 2º Distrito.

Gameleira

Árvore histórica onde, em 1882, acampou o desbravador nordestino Neutel Maia, que fundou o Seringal Volta da Empresa, localidade que deu origem à cidade de Rio Branco.
Mais de um século depois a Gameleira, com mais de 2,5m de diâmetro no tronco e 20m de altura continua em pé.

Testemunha de duas batalhas da Revolução Acreana foi tombada pelo Decreto Municipal n.º 752 de 28 de dezembro de 1981 e transformada em monumento histórico.
Localização: Rua Cunha Matos, bairro do 2.º Distrito

Catedral Nossa Senhora de Nazaré

Com uma arquitetura em estilo romano foi construído em 1948. Abriga três naves com 36 vitrais coloridos na parte superior e 11 na inferior. O mausoléu guarda os restos mortais do Bispo Dom Giocondo Maria Grotti. A abóbada, em arco, sustentada por 26 colunas é pintada em carmesim e branco.

São quatro altares na nave principal enquanto a parte externa á formada por frontões, cruz e adro.

Localização: Praça da Catedral – Centro de Rio Branco

Conservatório Musical Maestro Neves

São 50 m2 construídos em estilo moderno e capacidade para 40 alunos.
Localização: Horto Florestal, na Rua Antônio da Rocha Viana, bairro Vila Ivonete.

Igrejinha de Ferro

Marco histórico e religioso da Revolução Acreana. Foi idealizado por Joaquim Victor, proprietário do Seringal Bom Destino, em cumprimento a uma promessa que fez para Nossa Senhora, como pedido de ajuda para Plácido de Castro durante a revolução.
Assoalho, torre, altar, bancos, tudo construído em ferro, para resistir ao tempo. Algumas peças vieram da Alemanha.

Localização: 4º. Batalhão de Infantaria e Selva / Rua Colômbia, bairro do Bosque.

Museu de Borracha

Inaugurado em novembro de 1978, o Museu da Borracha, além de ponto turístico, é voltado para pesquisa, conservação, exposições e divulgação da cultura acreana.
Além do auditório, com capacidade para 60 pessoas, possui no acervo peças de Arqueologia, Paleontologia e História, além de coleção de manuscritos e documentos históricos do Estado do Acre.

Localização: Av. Ceará, 1177 – Centro.

Palácio Rio Branco (sede do Governo do Estado)

Inspirado na arquitetura grega foi construído em 1930, durante o governo do Dr. Hugo Carneiro.

Considerado o mais belo palácio do Estado do Acre, sua fachada apresenta quatro colunas jônicas.

A sede do Governo Estadual. Está localizado à Rua Benjamin Constant, em frente a Praça Eurico Gaspar Dutra, no centro da cidade, com regular linha de ônibus no perímetro urbano.

Colaboração de texto e fotos: Secretaria de Turismo do Estado doAcre.

Sobre o Autor

O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

    Postagens Relacionadas