30 de março de 2020

    Academias Pequenas – Corpo e Saúde

    Academias Pequenas – Atendimento personalizado, preços mais acessíveis, círculo maior de amigos, eventos sociais. Esses são os segredos das pequenas academias para ganhar espaço e conquistar a preferência da turma da malhação. As grandes academias de ginástica são coisa de cinema. Algumas têm até 3 mil alunos e são verdadeiras disneylândias da beleza física, investindo pesado na renovação constante de ambientes e aparelhos com um só objetivo: garantir a fidelidade de seus freqüentadores. A preocupação se justifica. A turma da academia forma um grupo numeroso, porém volúvel – três meses é o tempo-limite de permanência para a maioria. Outro motivo para tanto investimento é a conquista de novos alunos. Mas ambientes requintados e fama à parte, a verdade é que grande parte dos adeptos da malhação in door prefere freqüentar as pequenas academias.
    Há várias razões para essa opção por estabelecimentos de menor porte, que representam 90% do total das academias de ginástica do país. Nas pequenas, fora os preços mais convidativos, o atendimento é personalizado, o ambiente é mais fraternal e todo mundo se conhece. Na prática isso significa maior troca de informações entre professores e alunos, mais calor humano, clima de total descontração, estímulo mútuo… Pesquisas mostram que são essas características – e não os equipamentos sofisticados – que garantem a fidelidade do aluno. Faz sentido: se você encontrou um ambiente prazeroso, com profissionais atenciosos e onde fez muitos amigos, não há por que desistir ou trocar de point, certo? Mas essas são apenas algumas armas das pequenas notáveis para ganhar o coração (e os músculos) dos sarados e das saradinhas…
    Ser bem assessorado faz toda a diferença – Embora a aparelhagem das menores dificilmente possa equiparar aos sofisticadíssimos apetrechos de uma gigante do setor, não há diferença de resultado final entre o exercício feito num equipamento de US$ 20 mil e o realizado num similar de boa qualidade que custe R$ 1.000, por exemplo. “O que faz a diferença mesmo é ser bem orientado e contar com um programa de treinamento sob medida para você”, explica Eduardo Azeredo. Responsável pelo projeto e implementação das gigantes Fórmula, Cia Athlética e Physis. Ricardo D’Elia concorda com a observação do colega e acrescenta outro ponto importante: “Tecnologia não é só ter equipamentos de ponta, mas contar com um programa de treinamento baseado em informações científicas”. 
     O preço menor é outro atrativo – Os preços, vale lembrar, são menores na maioria das pequenas academias. Ainda assim, há uma grande variação nas mensalidades de acordo com o que cada uma oferece: as ultra-sofisticadas têm um precinho mais salgado, em torno de R$ 180; a mensalidade das bem equipadas normalmente não passa de R$ 100; já as mais modestas cobram por volta de R$ 50.
    Nas grandes, a mensalidade pode chegar a R$ 230 reais, com direito a usar tudo. Isso é vantagem para quem pode passar mais de duas ou três horas malhando e dispõe de tempo sobrando para desfrutar de várias aulas ou equipamentos.
    A proximidade de casa é outro atrativo importante. Para conseguir fazer ginástica naquela grandona, muitas vezes é preciso atravessar a cidade e ainda pegar um trânsito daqueles. Como nem todo mundo agüenta manter esse ritmo por muito tempo, a tendência é acabar desistindo.
    Descontração até na escolha do vestuário – Uma última vantagem apontada pelas alunas é a descontração em relação ao vestuário. Enquanto nas famosas a maioria desfila com modelitos de grife, nas miúdas esse tipo de cobrança velada é bem menor. “Nas grandes, rola muita competição para ver quem faz melhor, quem está mais bem vestida e tem um corpo mais atraente”, confirma Daniela, 20 anos. “Esse clima deixa a gente tensa, meio neurótica. A sensação é de estar num campeonato. Quando vou malhar quero mais é relaxar a cabeça e me sentir à vontade”.

    Sobre o Autor

    O despertar da Consciência é nosso sistema de publicação automático dos conteúdos.

      Postagens Relacionadas