Aguarde!
 Carregando o Conteúdo
          desta Página...
Home TopGyn
Envie por E-mail Fale Conosco

Afrodisíacos - A libido sempre foi uma das preocupações do ser humano durante toda a história. Em tempos antigos se falava inclusive de remédios mágicos para encantar o sexo oposto, de poções para desfrutar ao máximo da sexualidade, de feitiços que permitiam ao homem conquistar qualquer mulher e de rituais especiais para que a mulher enfeitiçasse sexualmente a seu homem.
Na Antiguidade, principalmente no Egito antigo, todas estas poções e feitiços eram considerados elementos mágicos que podiam ajudar a fomentar agradáveis relações sexuais e inclusive despertar o interesse sexual se este não existia.
Entretanto, realmente essas poções mágicas eram tão somente o conhecimento dos antigos sacerdotes e curandeiros sobre as propriedades afrodisíacas de certas plantas.
Hoje em dia, falar de sexo já não constitui um problema na maioria das sociedades, e o que antes era um tema tabu agora saiu à luz pública como o reconhecimento de uma de nossas funções e instintos mais primários, mas também humanos.
Deste modo muitos dos antigos problemas com a libido são solucionados com fórmulas geradas em laboratório. Entretanto, também se pode recorrer à estimulação sexual de um modo mais natural e sem efeitos secundários. Isto é muito simples: basta recorrer a certas plantas que nos podem ajudar.
Certo é que alguma delas nós já consumíamos, mas não conhecíamos suas propriedades afrodisíacas. Outras talvez são menos utilizadas, mas todas as plantas que aqui vamos apresentar são fáceis de conseguir em qualquer herbário.
Para aproveitar suas qualidades é mais comum tomar em forma de infusão, e, ainda, nas comidas. Mas como a ciência natural também avança a passos acelerados, há a possibilidade de ingerir a essência destas planta através de cápsulas naturais, que já vêm preparada na medida certa.
Realmente as propriedades afrodisíacas das plantas se devem a sua capacidade de revitalizar o organismo, estimulando assim a libido.
Levando em conta o atual estilo de vida das pessoas, onde as pressões geram o tão conhecido estresse, estas plantas também podem ajudar a repor energias desperdiçadas com esse mal.
Considere, também, que como toda fórmula natural, seus efeitos são notados a médio e longo prazo. É preciso persistência.

Algumas das plantas afrodisíacas mais conhecidas:

Canela: a autêntica canela é a canela do Ceilão, mas todas as canelas têm as mesmas propriedades. Além de ser fabulosa para a digestão foi considerada tradicionalmente como uma das plantas afrodisíacas. Pode ingerir-se em chás, mas o mais comum é em deliciosas sobremesas como o arroz-doce ou mingaus.
Ginseng: sem dúvida a planta afrodisíaca por excelência, é também utilizada para repor forças tanto físicas como intelectuais. Nas farmácias especializadas são vendidas em envelopes ou cápsulas, em dosagens adequadas. Está totalmente demonstrado esta planta de origem asiática estimula as glândulas sexuais.

Gengibre:
uma das plantas mais exóticas, comuns em pratos orientais. De fato na Índia é a planta afrodisíaca por excelência. A melhor maneira de ingeri-la é na comida, como tempero, ou mesmo em chás.

Hortelã: para que suas propriedades afrodisíacas sejam perceptíveis, deve ingerir-se em dose elevadas, mas isto através de chás e como tempero, nas comidas.

Baunilha: presente em quase todas as sobremesas e altamente digestiva, atua de forma parecida com a canela. Para que faça efeito, a ingestão é preferível nas comidas, principalmente nas sobremesas.