Aguarde!
 Carregando o Conteúdo
          desta Página...
Home TopGyn
Envie por E-mail Fale Conosco

Curinga - O curinga não recebe numeração e na maioria dos casos não é considerado, ao que os leitores mesmo o retiram do jogo antes de fazer o consulente embaralhar as cartas. Mas o curinga é uma carta de suma importância, que, ao nosso ver, pode muito bem ser mantida no jogo divinatório, onde vai assumir significados de peso.  

SIGNIFICADO DO CURINGA

Esta carta, por não ser numerada, representa por tradição o n° 0, símbolo do "tudo ou nada", dos opostos complementares: senso e contra-senso, alegria e tristeza, sabedoria ou ignorância. Trajado como um bobo da corte, o curinga traz em si a personalidade do bufão que tem por finalidade distrair o rei e sua corte, sem que isso signifique que seja um tolo.
O grande segredo do curinga é justamente este, o de um ser dotado de inteligência e vivacidade mental por trás da aparência de tolo. É uma figura alegre e divertida, como sua própria razão de ser, mas se torna de difícil interpretação quando compreendemos que sua mensagem vem disfarçada atrás de toda a sua alegoria. 

SIGNIFICADO PRÁTICO

Simboliza o potencial latente em todo o ser humano, podendo ser ou não desenvolvido pelo indivíduo durante sua existência. Compreende, assim, o interior humano, a essência com a qual nos inspiramos à vida, mas da qual poucos tomam consciência. Superficialmente, o curinga pode se revelar de diversas formas, desde a forma inocente da criança, até a sabedoria de Salomão ou Jó, mas, em todas as suas facetas, é sempre um "brincalhão" pronto para surpreender ou "pregar peças" nos outros.
Esta carta traz uma energia limitada às pessoas e ao consulente em especial, fazendo com que todas as empresas, referentes a quaisquer assuntos, sejam impregnadas de confiança e grande poder de sucesso. Garante, com sua proximidade, a realização satisfatória dos planos e projetos em andamento ou futuros, se for tirada junto à linha com que tudo se tome possível, até mesmo os planos mais mirabolantes que se possa inventar. Emocionalmente, traz uma clareza às situações, que tomam a partir de então um rumo certo, favorável ao consulente pela transparência com que se apresenta. Psicologicamente, vê-se no curinga um excêntrico, impregnado de sutil e dormente genialidade que provavelmente se manifestará com intensidade se for tratada desde cedo convencionalmente.
Traduzindo, é o ser incapaz de aceitar a sociedade como ela é, ou de adaptar-se às suas normas e regras. Para esse indivíduo, há um mundo melhor em sua mente, que bem poderia ser transportado para o exterior e virar a realidade de todo o mundo. Assim ter-se-ia, certamente, um mundo perfeito e confiável. O ideal é que a pessoa primeiro faça parte do sistema , se esforce para aceitar esta condição e então sim, passe a expressar, lenta e confiantemente, as suas idéias de "transformação".
O inesperado é a principal condição desta figura. As surpresas trarão mudanças significativas às situações de um momento para outro, quando já não se tinha mais esperanças de causar algum tipo de mudança ali. A ajuda de última hora é uma revelação do curinga, que pode ser classificado como o "santo milagreiro" do baralho, ou o "operador da magia da transformação inesperada". A sorte é mudada, o quadro cínico, a situação financeira, a posição social. Aguarde sempre o surpreendente com esta influência. Sabemos, contudo, que todos os aspectos têm seus reveses, e o curinga também os tem. A carta invertida assume a mensagem de decaída para o consulente, que pode assumir a posição do bufão, do tolo, do bobo da corte em sua maneira mais arquetípica: o "status" é rebaixado repentinamente e o indivíduo passa a ser um vagabundo, um peregrino sem rumo que segue a esmo a procura do prazer e da fanfarronice.